Conhece a meditação “Mindfulness”

Nesta última quinta-feira de manhã, roubaram meu carro (furto). Já à noite, quando comentei o fato a um cliente, este logo falou: “Nossa… você deve estar devastado! ” Respondi que não, pois de nada adiantaria estar sem carro e emocionalmente mal, até porque não acontecera nada comigo ou com alguém querido. Percebi pelo olhar que ele não havia compreendido meu sentimento (ou falta de).  Claro que não estava feliz, mas já me bastava um problema, não precisava criar outros por descontrole emocional. Assim, hoje vamos falar de uma ferramenta de intervenção na vida que é também uma atitude de mudança: “Mindfulness

 Uma tradução amplamente divulgada seria “Atenção Plena”. Mindfulness é uma poderosa ferramenta para promoção de uma mente focada e tranquila. Essa técnica foi desenvolvida pelo médico norte-americano Jon Kabat-Zinn, diretor da Stress Reduction Clinic, no Centro Médico da Universidade do Massachusetts. Kabat-Zinn estudou o zen budismo e criou um protocolo meditativo despido de tradições espirituais, habilitando que qualquer pessoa, independente de professar alguma religião, possa usufruir da técnica.

A ideia é simples, porém exige disciplina para o aprendizado já que o programa Mindfulness completo é composto por uma série de etapas. Porém, para que você possa iniciar essa experiência, convido-o a seguinte prática: Sente-se em silêncio todos os dias por cerca de 10 min, perceba de forma consciente todo seu corpo e concentre-se em sua respiração. Deixe, gentilmente, que todos os pensamentos que surgirão, passem por sua mente e a deixem, voltando sempre sua atenção à respiração. Pratique essa meditação uma vez ao dia. Já nos momentos de estresse do dia-dia, pare e volte sua consciência para sua respiração por alguns segundos. Assim, você deixa de ser meramente reativo às situações e passa a assumir uma postura de ação consciente.

Um dos fatores que mais atrapalham a performance de um trader é a chamada ‘Mente Inquieta”. O principal motivo é o excesso de pensamentos que nos tiram no momento presente. Preocupações advindas do passado: “Será que deveria ter feito isso? Ah, mas se eu tivesse feito de outro jeito, então…”. Ou, que nos transportam para o futuro: “Quando eu conseguir ganhar tanto, então minha vida vai ser… Será que vai dar certo mesmo? ”

O Passado deve servir como forma de aprendizado, o Futuro como motivador de boas expectativas. É no Presente (no agora) que está a vida de fato.

Deixe nos comentários se você já medita e sua avaliação dessa técnica.

Psicologia Financeira te deseja uma tranquila e equilibrada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima